Choque Elétrico e suas consequências – Texto e Questões

Atividade para alunos de 3a série

Atenção: (clique no título a seguir se quiser baixar em .pdf) texto e questoes- choque eletrico

Leia o texto e responda as questões propostas a seguir.

Texto:

texto- choque eletrico parte 1 Observemos que, ao contrário do que se pensa comumente, as correntes elétricas mais perigosas têm intensidades relativamente baixas (100mA a 200mA), podendo ser obtidas em eletrodomésticos comuns de   110 V ou 220 V. As   correntes   mais   intensas,   embora   provoquem   desmaios   e   fortes queimaduras, não causam a morte se o socorro é imediato. Pessoas acometidas de choques causados por altas tensões reagem, em geral, mais rapidamente à respiração artificial do que aquelas afetadas por choques motivados por baixas tensões. O socorro a uma vítima de choque começa pelo corte da tensão elétrica causadora do mesmo. Isto deve ser feito interrompendo-se o circuito. Na impossibilidade dessa interrupção, sugere-se puxar ou empurrar a pessoa com um material isolante, como, por exemplo, uma corda, um pedaço de madeira seca, etc. Esse primeiro socorro deve ser feito o mais rápido possível, pois a resistência da pele na região do contato elétrico diminui, o que provoca elevação da intensidade de corrente. Entretanto, deve-se tomar o cuidado de não provocar contatos indevidos com a pessoa afetada pelo choque, pois a reação instintiva de puxá-la manualmente pode provocar mais uma vítima. Se, após livrar-se da corrente, a pessoa estiver inconsciente e sem respirar, a respiração artificial deverá iniciar-se imediatamente. O processo de ressuscitação não deve ser interrompido, até que um médico admita não haver mais esperanças. Isto pode durar até oito horas. Observe-se que a eventual ausência de pulso não significa, necessariamente, que a vítima não sobreviverá. texto- choque eletrico parte 3 texto- choque eletrico parte 2

Questões:  Choque Elétrico e suas consequências

Prof. Helma- 3a série

1)   Qual a causa do choque elétrico?

2)   Qual é o fator mais relevante nas sensações e consequências de um choque elétrico ?

3)   Voltagens pequenas podem causar danos graves aos seres humanos? Explique.

4)   Se uma pessoa com a pele seca tocar uma tomada de 220V, seu corpo será atravessado por uma corrente de que intensidade?O que a pessoa sente?

5)   Se uma pessoa com a pele molhada tocar uma tomada de 220V, seu corpo será atravessado por uma corrente de que intensidade?O que a pessoa sente?

6)   Mesmo com a pele seca e contatos através de isolantes, uma tensão muito elevada pode ser perigosa? Explique.

7)   Explique por que um pássaro pode ficar pousado num fio de alta tensão sem ser eletrocutado.

8)   Como podemos socorrer uma pessoa que está sendo vítima de um choque elétrico ?

ENERGIA 2017

 
Para a 3a série – ENERGIA
Clique nos títulos para baixar os textos:

1-Fontes de Energia

 2 – Como é o funcionamento de uma Usina

 3- Energia- Fontes, vantagens e desvantagens

_________________________________________________________________

Para quem preferir, abaixo os mesmos arquivos em formato  “.pdf “

1- Fontes de Energia

2- Como é o funcionamento de uma Usina

3- Energia: Fontes, Vantagens e Desvantagens

Como estudar Física

COMO ESTUDAR FÍSICA

Quando você estuda Português ou História,
uma lição passada pelo professor abrange, na maioria das vezes, um grande número
de páginas de texto. A Física, tal como a Matemática, é mais condensada. Uma
lição de Física pode reduzir-se apenas a uma ou duas páginas. Você poderia
decorar a lição, mas isto não lhe adiantaria nada. Algumas vezes, o seu trabalho
é compreender urna lei.

Depois de compreender essa lei – e a lei é muitas vezes
expressa por uma equação – e a puder explicar e aplicar na resolução de
problemas, você terá aprendido a lição.

Sugestões para o estudo:

1. Leia toda a lição, a fim de saber do que se trata.

2. Leia novamente a lição, porém, mais devagar, e escreva no
seu caderno a lei (se houver alguma) e outros pontos importantes da lição.
Verifique se você compreende cada parágrafo. Certifique-se também se compreende
o verdadeiro significado de cada palavra nova. Estude com cuidado as definições
de termos como “trabalho” e “potência” até ficar completamente seguro do seu
verdadeiro sentido em Física.

3. Se a lei for expressa por uma equação matemática,
pergunte a si mesmo de que maneira cada símbolo da equação está relacionado com
a lei. Por exemplo,  (trabalho = força . deslocamento) nos diz que,
duplicando-se o deslocamento, se duplica o trabalho realizado e, do mesmo modo,
fazendo duplicar a força, duplica-se o trabalho produzido.

4. Resolva os problemas incluídos no texto do seu livro ou os que o professor passou na aula.

5. Discuta a lição com os seus colegas.

Durante a aula e o trabalho de laboratório

1. Faça, sem hesitação, perguntas a respeito do que você não
compreende.

2. Esteja alerta e pronto a explicar o que você compreende.

3. Pense por você mesmo; faça o seu trabalho. Você não pode
aprender Física olhando para o seu companheiro.

Revisão para as provas:

1. Estude todos os dias, conscienciosamente, as suas lições.
Reveja as notas que tomou na última aula. Nunca deixe as suas notas se
acumularem, sem estudá-las metodicamente.

2. Antes da prova, escreva todos os pontos difíceis da parte
que está revendo; faça perguntas sobre os mesmos, na aula.

3. Pense nas perguntas que faria se você fosse o professor.
Tente responder, você mesmo, a essas perguntas.

4. Faça um resumo com as fórmulas ou conceitos mais
importantes. Não exagere. Coloque apenas pontos importantes da matéria.

Durante as provas:

1. Antes do professor distribuir a prova, dê uma última
“olhadinha” no resumo que você fez e guarde-o afinal você já o estudou.

2. Faça as questões da prova como se estivesse resolvendo os
testes em casa, com calma e muita atenção. Lembre-se que sempre existirão mais
questões “fáceis” do que “difíceis” .
3. Leia as questões por completo, muitas vezes querer fazer o cálculo antes de compreender a questão gera erros. Anote os valores dados pelo problema e o que foi pedido.

4. Faça os cálculos com cuidado. Nas questões teóricas, tenha atenção para justificar ou explicar tudo o que foi pedido.

5. Lembre-se que quando um aluno diz que foi mal numa prova,
é devido aos erros nas questões “fáceis”. Todo aluno que vai mal usa como
desculpa as tais questões “difíceis” como argumento para mascarar sua falta de
estudos.

 

 

Divulgação científica


Alguns  Sites da Internet –    Divulgação Científica

 


Com
Ciência   –  Revista Eletrônica de Jornalismo
Científico     http://www.comciencia.br

Revista
Galileu –        http://revistagalileu.globo.com

Revista
FAPESP –  http://www.revistapesquisa.fapesp.br

Revista
Scientific American  Brasil –   http://www2.uol.com.br/sciam

Revista
Viver Mente & Cérebro  http://www2.uol.com.br/vivermente

UOL
Ciência e Saúde –  http://cienciaesaude.uol.com.br

Revista
Ciência Hoje-  http://cienciahoje.uol.com.br

Revista
Superinteressante-  http://super.abril.uol.com.br

Psique
Ciência & Vida – http://psiquecienciaevida.uol.com.br

 

Jornais

Folha de
São Paulo –   http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/

Estado de
São Paulo-  http://www.estadao.com.br/vidae/ciencia.htm

Revistas
gerais que publicam matérias sobre divulgação científica

Época     http://revistaepoca.globo.com/

Veja   http://veja.abril.com.br (necessário ser assinante para acessar o site)